Curso Mecatrônica Senai 2018: Como se inscrever

Onde fazer o curso de Mecatrônica Senai 2018? Como se inscrever? Quais disciplinas são estudadas durante as aulas? Confira as respostas para essas e outras perguntas no artigo a seguir, preparado especialmente para quem pretende ingressar na área de Automação, uma das que mais crescem no segmento industrial.

Curso Mecatrônica Senai 2018
Curso Mecatrônica Senai 2018: Como se inscrever (Foto: Reprodução internet)

Presente em todo o Brasil, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial é uma das melhores opções para os interessados em se capacitar em Mecatrônica, setor com grandes quantidades de vagas de emprego.

Com o diploma do Senai em mãos, fica muito mais fácil se candidatar a essas oportunidades de trabalho, uma vez que o certificado emitido pela instituição é bastante valorizado pelas indústrias.

Curso Técnico em Mecatrônica Senai 2018

O curso Mecatrônica Senai é oferecido na modalidade de ensino técnico, contando com carga horária de 1.500 horas/aula. A finalidade é formar profissionais aptos a implementar máquinas e equipamentos automatizados e a realizar a manutenção deles, além de desenvolver sistemas automatizados de manufatura.

Curso Mecatrônica Senai 2018
A Mecatrônica é uma área de destaque na indústria (Foto: Reprodução internet)

Ao longo das aulas, os participantes vão conhecer melhor os sistemas mecatrônicos, que integram as áreas de mecânica, eletroeletrônica, informática e automação, se capacitando para lidar com servomecanismos, motores elétricos, sensores e comandos numéricos computadorizados (CNC), entre outros equipamentos.

Quem se forma nesse curso técnico Senai pode trabalhar em indústrias automobilísticas e de metalmecânica, empresas de manutenção e automação industrial, fabricantes de máquinas e equipamentos robotizados, laboratórios de controle de qualidade e prestadoras de serviço na área de mecatrônica, entre outras.

Conteúdo programático

No curso Técnico de Mecatrônica Senai, são estudadas disciplinas como:

  • Fundamentos da Eletroeletrônica (Energia Elétrica, Circuito Elétrico, Resistores, Técnicas de Soldagem, etc.)
  • Fundamentos da Mecânica (Desenho, Projeção Ortogonal, CAD, Ferramentas Manuais, etc.)
  • Sistemas Pneumáticos e Hidráulicos (Acessórios, Fluidos Hidráulicos, Bombas, Válvulas Pneumáticas e mais)
  • Integração de Elementos Eletroeletrônicos (Diodos, Transistor Bipolar, Relés e Circuitos Sequenciais, entre outros)
  • Processos Mecânicos (Tecnologia dos Materiais, Operações com Máquinas, Documentação Técnica, etc.)
  • Controladores Programáveis (Linguagem de Programação, Características, Estrutura e mais)
  • Sistemas Microcontrolados e Acionamentos (Algoritmos e Fluxograma, Elementos e Comandos em Linguagem C, Conversores AC/DC, etc.)
  • Tecnologia de Produção Mecânica (Elementos de Transmissão, Dinâmica e Estática, etc.)
  • Desenvolvimento de Sistemas Automatizados (Redes Industriais, Robótica, etc.)
  • Manutenção de Sistemas Mecatrônicos (Lubrificação Industrial, Diagnóstico de defeitos e falhas, etc.)
  • Projetos Mecatrônicos (Planejamento, Desenvolvimento, Documentação e Apresentação)

Inscrições

As inscrições para as novas turmas do curso de Mecatrônica Senai são recebidas diretamente nas unidades em que a qualificação é oferecida. Você deve entrar em contato com a escola mais próxima para verificar a disponibilidade de vagas e o período para se matricular.

Curso Mecatrônica Senai 2018
A indústria automobilística é um dos mercados abertos para o Técnico em Mecatrônica (Foto: Reprodução internet)

É importante ressaltar que a capacitação é paga, mas há alguns estados onde é possível encontrar o curso de Técnico em Mecatrônica Senai gratuito, como em São Paulo. Para preencher as vagas gratuitas, a instituição realiza um processo seletivo (veja as informações na página do Senai SP).

Outro detalhe ao qual você precisa ficar atento é quanto à escolaridade mínima exigida para ingressar nas aulas: ensino médio em curso ou completo.